Donatelo Eco: a moda sustentável e consciente de Floripa

1 Oct 2018

 

 

 Foto: Fabielle Metz

 

 

 

          A moda passa por um cenário questionador e novas alternativas de empreendedorismo no mundo vêm surgindo. As marcas chamadas slow fashion são prova disso. A produção em menor escala abre uma margem de possibilidades ao oferecer para o seu público-alvo transparência envolvendo a sua cadeia de produção.

 

          A palavra-chave do momento é transparência. A hashtag #quemfazsuasroupas vem crescendo junto com esse movimento que tem como objetivo espalhar e promover a criticidade acerca do que consumimos. Da mesma forma, mundialmente, produtores locais chamam a atenção dos consumidores pela autenticidade das peças, criatividade e transparência. E aqui no Brasil não é diferente.

 

 

 Foto: Fabielle Metz

 

 

         

          É neste momento disruptivo em que questionamentos sobre o processo de produção na moda que a especialista em Gestão de Negócios Marina Sartori criou a marca Donatelo Eco após atuar desde 2016 como editora/co-fundadora no site de moda sustentável Moda que Rima.  

 

          “Hoje, o Moda que Rima está 100% voltado para a moda sustentável, valorizando produtores locais e ações eco friendly. A Donatelo surgiu seguindo este mesmo propósito ao englobar materiais sustentáveis, produção slow e mão de obra local e ética”. - diz Marina Sartori

 

          Utilizando somente materiais nacionais, a confecção das peças é feita conforme a demanda, que vem aumentando a cada dia. “Temos um limite de produção que envolve o tempo que o artesão leva para tecer o vime – no caso das bolsas de palha de vime – e o tempo para montar a bolsa.”, ressalta a gestora. A marca ainda trabalha com peças de crochê e madeira, onde são utilizados fios de malhas que seriam descartados pela indústria têxtil.

 

 

 Foto: Fabielle Metz

 

 

“Ainda há muito o que incorporar. Ideias não faltam. Já utilizamos cordas produzidas com garrafas PET recicladas, restos de madeira e refugo de malha. Queremos cada vez mais trazer opções com baixo impacto ambiental. É difícil falar em descarte zero porque temos que pensar em toda a cadeia de produção e não apenas no momento da montagem das peças. Porém, aqui no ateliê transformamos tudo e estamos constantemente fazendo testes para reciclar resíduos e também encontrar fornecedores que sigam os mesmos princípios que os nossos.”  

 

 

          Evitando ao máximo o desperdício, os restos de materiais são vistos com carinho e como parte indispensável na confecção das peças da Donatelo Eco. Trabalhar a criatividade é uma atividade constante e, sair do comum, um objetivo que vem sendo alcançado desde o primeiro passo.

 

          A limitação de materiais/fornecedores somado à mão de obra difere e muito as pequenas empresas com propósitos sustentáveis das grandes marcas. Os custos da produção são maiores e os estoques menores. Por isso as produtos da marca são feitos pelos pequenos artesãos da cidade de Santa Catarina, não em fábricas 

 

“Acompanho de perto essa produção, trabalhando diretamente com os artesãos.”.

 

 

 

 Foto: Fabielle Metz

 

 

 

          A iniciativa da Donatelo Eco faz parte de uma nova tendência mundial. Como podemos alimentar o mundo que envolve a moda sem ignorar suas consequências e seus malefícios para o meio ambiente e para muitas populações envolvidas neste processo de fabricação da moda? A resposta envolve criatividade, princípios, vontade e ousadia, como é a marca de Marina.

 

Site: www.donateloeco.com.br

IG: @donatelo.eco

E-mail: contato@donateloeco.com.br

Fotos: Fabielle Metz (@fabiellemetzph)

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Luana Ponto no Casinha: A ENTREVISTA!

Banco de Tecido e Nosso Tecido: a moda girando

FARM e Re-Roupa: um pouco mais sobre moda circular

Moda agênero e sustentabilidade na SPFW

FashRev 2019 tem 33 atividades em Brasília

1/10
Please reload

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

© 2017 por Coletivo BSB no cabide 

AmandLa Gandhi e Elis Uchôa | bsbnocabide@gmail.com | whatsapp: + 55 61 9 9963-3057 | Brasília/DF