• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

© 2017 por Coletivo BSB no cabide 

AmandLa Gandhi e Elis Uchôa | bsbnocabide@gmail.com | whatsapp: + 55 61 9 9963-3057 | Brasília/DF

SE JOGA NO BIOGLITTER

30 Jan 2018

 

 Foto: Divulgação Pura Glitter

 

 

 

 

             A cada carnaval que passa nossas almas brasileiras se enchem de glitter e purpurinas, afinal, nada como deixar nossa alma mais brilhosa para sair sambando pelas avenidas. Acontece que várias pesquisas já mostram que esses materiais são feitos de microplásticos que estão poluindo cada vez mais nossos rios e oceanos.

 

             Uma pesquisa da revista Nature, de 2015, estima que cerca de 8 milhões de tonelada métricas de plásticos chegam anualmente aos oceanos. Esses microplásticos, que usamos para abrilhantar nossos corpos, podem atrapalhar a obtenção de alimentos dos organismos que vivem nas águas, pois mesmo quando as águas são tratadas o material plástico do glitter não é retirado, pois seu tamanho é muito pequeno. Assim, os animais aquáticos (desde os mais pequenos até os do topo da cadeia alimentar) confundem o plástico com alimento, ocasionando sua morte (leia mais).

 

 

 

             Agora você se pergunta como brilhar e ainda sair ofuscando todo mundo? Algumas empresas surgiram com um tipo de glitter que é biodegradável feito de um material que veio diretamente dos mares: o glitter biodegradável feito de algas.

 

 

PURA Bioglitter

 

 

 Foto: Divulgação/PURA

 

            A marca, que é carioca, surgiu justamente com a insatisfação da degradação do meio ambiente ocasionada pelo glitter convencional. Disso, surgiu a solução: o bioglitter feito à base algas e minerais, que pode ser usado sem dor na consciência. O processo de fabricação é artesanal e você pode comprar pelo site da PURA.

 

 Brilhow

 

 Foto: Divulgação/G1

 

          Mais uma marca de duas biólogas que também usam algumas e minerais, a coloração fica por conta de corantes alimentícios, ou seja, todos os ingredientes são ecofriendly. A compra pode ser feita pelo Instagram ou em pontos de vendas pelo país. Na nossa cidade, a loja Reboliço é ponto de venda do produto.

 

Glitra

 

 

 Foto: Divulgação/Glitra

 

           Para brilhar sem culpa também temos a Glitra, que surgiu da inquitação de pessoas que se preocupam com o impacto dos microplásticos no meio ambiente. É feito baseados em plantas, então você pode brilhar à vontade nesse carnaval. Os pedidos podem ser feitos pelo Instagram da marca ou em pontos de vendas no Rio de Janeiro ou em São Paulo.

 

 Lush

 

 

 

          A Lush também possui purpurina biodegradável, Fairy Dust, e barrinhas Shimmy Shimmy, que você pode passar pelo corpo e adquirir um brilho maravilhoso. Os pontos de vendas são as lojas da marca aqui no Brasil e na internet pelo site oficial da veganíssima.

 

 

      Além dessa opções, você pode encontrar receitas de glitter feito à base de sal e corantes alimentícios pela internet, como vídeo aqui.

 

 

 

 

 

Boas festas, foliões brasilienses!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Banco de Tecido e Nosso Tecido: a moda girando

FARM e Re-Roupa: um pouco mais sobre moda circular

Moda agênero e sustentabilidade na SPFW

FashRev 2019 tem 33 atividades em Brasília

ECONOMIA CIRCULAR E MODA

1/10
Please reload